Skip to content

25 de Outubro de 2012

1

O treino do meio fundo curto

Thomasz Lewandowski

Decorreu nos passados dias 20 e 21 de outubro no Centro de Alto Rendimento em Lisboa uma ação de reciclagem de meio fundo que contou com a participação do treinador Thomasz Lewandowski, responsável pelo meio fundo da Federação Polaca de Atletismo. Em representação dos 20 km de Almeirim esteve o nosso técnico Daniel Leandro.

A ação começou com uma breve apresentação do currículo de Thomasz.

O orador é licenciado em educação física e é treinador há 11anos. Desde 2005 que lidera este setor na Polónia o qual tem obtido bons resultados desde então.

O seu melhor atleta é o seu irmão Martin Lewandowski.

Com vários atletas de nível mundial, focou a sua apresentação da formação dos jovens meio fundistas na importância de se olhar para cada atleta como um individuo único. O que resulta com um atleta poderá não resultar com outro. No planeamento da época dos atletas dos seus grupos de treino a questão social é uma vertente muito valorizada, no entanto nas situações de estágio os atletas estão focados apenas no treino, treinando 2 vezes por dia e respeitando o domingo como dia de descanso.

A questão lúdica não é esquecida mesmo ao nível dos atletas de elite e servem como forma de preparação do corpo.

Defende que o treino deverá ter uma organização de conteúdos de treino de forma piramidal, subdividida em 4 bases diferentes e em que o topo representa o objetivo final do atleta. As 2 primeiras bases de treino são os fundamentos de base para o restante trabalho mais específico das bases 3 e a última que denomina por competição. Ao cumprir as 3 primeiras o atleta torna-se mais versátil, o que em termos competitivos irá beneficiar o atleta nas questões táticas, essenciais nos 800 e 1500 metros. A forma da pirâmide é influenciada por 2 razões: se estamos a planear o treino de um atleta de 800 ou 1500 metros sendo a base do de 1500 metros mais larga oe então pelo número de sessões de treino que estamos a planear para essa época.

Para Thomasz a coordenação, a agilidade e a noção de corpo é importante para o autocontrolo e a capacidade de o atleta ler o que se está a passar a sua volta.

Ao longo da ação foram ainda realizadas sessões práticas sobre os temas abordados e ficaram vincadas as ideias que o treinador defende.

Para breve prometemos publicar aqui na nossa 20 km Tv os vídeos dos exercícios abordados nas referidas sessões.
Fotos

lizbona 1

Lizbona 2 20.10.2012

Site: http://marcin-lewandowski.pl/

Mais sobre 20 km Tv
1 Comentário Comentar
  1. americo monteiro
    Nov 14 2016

Partilhe os seus pensamentos, deixe um comentário.

(requerido)
(requerido)

Note: HTML is allowed. Your email address will never be published.

Subscrever comentários